Quanto tempo demora para se trocar de ficha?

Por Dr. Paulo Muzy

Bem bem bem… esse é um ponto delicado. É extremamente difícil explicar para o pessoal porque devemos ou não Trocar de Ficha.

De um lado está o aluno/paciente que está ansioso por mudanças frequentes e entediado com o treinamento e de outro está o profissional do esporte observando as mudanças de seu paciente e esperando o momento de compensação para que as mudanças que se fizerem façam de fato algum efeito.

É muito complicado para quem prescreve o treinamento e organiza a planilha desportiva fazer este jogo porque de um lado o paciente acaba pensando que o profissional não quer fazer o raio da planilha ou porque o tédio que ele apresenta ao treinamento vai resolver com a mudança de sequência.

O jogo que se apresenta então é o de identificar e orientar o paciente de que nem sempre o que ele quer é o que ele precisa e que às vezes o que ele quer pode atrapalhar o alcance do objetivo que ele deseja. Vamos simplificar?

Não existe nada escrito ainda que sirva de guia para trocar de Ficha, mas se fosse para delinear algumas coisas, eu sugeriria alguns critérios, em forma de algoritmo para que, sempre que uma condição tenha uma resposta sim, a próxima seja adotada, para dessa forma, nos orientar quando e como mudar de conduta de exercícios:

LEIA AQUI POR QUÊ NÃO DEVEMOS USAR A FICHA DE OUTRA PESSOA

TROCAR DE FICHA PARA MUDAR OS EXERCÍCIOS REALIZADOS

– já conseguiu fazer a sequência com o mínimo de intervalo prescrito?

– já atingiu um platô de força nos exercícios prescritos?

– este platô foi alterado pelo aumento do intervalo?

– novo platô foi atingido (em 3 ciclos de treino ou dois meses de acompanhamento, nem forca nem tempo variaram)?

– a força começou a diminuir, o tempo total de treino começou a aumentar e está associado a isso desmotivação?

– cogite trocar a sequencia realizada.

NÃO EXISTE FICHA DE “DEFINIÇÃO” – LEIA MAIS

TROCAR DE FICHA PARA MUDAR DE ESTÍMULO

– o objetivo parcial foi atingido?

– há um platô de ganho?

– há evidencias que tem havido perda de outras aptidões?

– a perda destas aptidões pode estar interferindo no desempenho atual?

– cogite trocar as técnicas de treinamento

LEIA MAIS SOBRE O MÉTODO DOS DROPSETS

TROCAR DE FICHA PARA MUDAR O METABOLISMO DESEJADO

– há indícios de que lesões se aproximam? (fadiga em excesso, má recuperação, dores genrealizadas e com etiologia desconhecida)

– há queixas estabelecidas?

– há perda de aptidão em outras funções que estejam interferindo na prática de outros esportes ou nas atividades de vida diária?

– cogite trocar o tipo de metabolismo atingido (o tipo de fibra nervosa e muscular estimulada e os seus metabolismos energéticos específicos.

LEIA MAIS SOBRE O MÉTODO DAS PIRÂMIDES

TROCAR DE FICHA – CONCLUSÃO

Ficou faltando discutirmos sobre como a dieta interfere nisso tudo, porque de fato interfere, e faz papel importantíssimo quando é ela que começa a ficar insuficiente para causar as adaptações desejadas, mas este post vamos deixar para mais tarde.

O problema de confundirmos o momento de trocar o treino ou a planilha ou o estímulo é de não deixarmos tempo suficiente para as adaptações iniciais se estabelecerem de forma mais estável antes de partirmos para um ganho extra, trocando em miúdos: um objetivo depende de certos passos a serem dados e se não seguirmos esta ordem o que acontece é que tentamos passar para uma condição superior antes de estabelecermos o básico para que esta condição possa ser alcançada, e nesse caso o que acontece é que podemos até avançar alguns passos, mas logo entramos em um platô de ganho que irá nos remeter de volta ao início se quisermos de fato conseguir passar daquela condição atingida.

A mensagem é não queime a largada. O sucesso depende de perseverança e foco no futuro. Quem pensa que queria estar de tal forma no presente esquece de curtir esta etapa que se apresenta e a coisa perde o sentido.

Vá com calma e sempre. Normalmente as pessoas ficam buscando desculpas e razoes para desistir, e a grande verdade é que em um minuto podemos conseguir várias que qualquer pessoa concordaria, não é verdade?

Pense bem… o que nos leva ao resultado que é incomum é justamente não fazer o que todo mundo faz, é seguir adiante contrariando o senso comum.

Força, você consegue!

 

CURTA NOSSA PÁGINA!

As informações foram úteis? Acompanhe-nos no Facebook, Instagram ou Twitter para receber as nossas atualizações!

Para críticas e elogios, use os comentários abaixo ou a nossa página de contato.

Você também pode inscrever o seu email, enviamos no máximo um email por semana, sem spam! Role até o final do site para se inscrever.


ATENÇÃO

As informações aqui contidas tem fins didáticos. Não estamos lhe prescrevendo um medicamento, suplemento e nem mesmo uma dieta. Para tal é necessário a consulta a um profissional da área, que analisará as suas necessidades específicas.

O MalhandoCerto.com não tem objetivo de substituir o trabalho de um médico, nutricionista, personal trainer, ou qualquer outro profissional. Pelo contrário, queremos trabalhar em conjunto, para lhe trazer o máximo de informações de qualidade.
É proibido por lei (Nº 9.610) a cópia parcial ou completa de nosso conteúdo. Possuímos ferramentas para averiguar tal ação e vamos tomar todas as medidas cabíveis caso alguém infrinja a lei. Caso encontre nosso conteúdo em outro site, denuncie! Obrigado. Equipe Malhando Certo.

Dê sua opnião